Política – você está fazendo isso errado (II- Relacionamentos)   Leave a comment

Eu precisava falar sobre isso. Faltavam 15 dias pras eleições, e eu já queria twittar/postar sobre isso. Mas eu precisava de esperar o dia 05 passar, pra poder falar de boca cheia. Quem faz campanha, não sabe o que está fazendo.
Esse post não é sobre mídias sociais, é sobre a campanha de rua. Pode ser facilmente visível em campanhas publicitárias, não somente eleitorais. Eu moro no Cidade Jardim, em Uberlândia. Bairro pacato, residencial, Muitas casas, poucas pessoas, algumas mansõezinhas. Há pouco mais de um quarteirão, na rua em que moro, é o local que foi alugado para fazer as reuniões de campanha do Murilo (candidato à deputado federal) e do Tenente Lúcio (candidato à deputado estadual), ambos do PDT.
São o que, coisa de 130, 140 metros, no máximo. Passo ali na porta pra ir pra qualquer lugar da cidade, menos nos meus vizinhos. Passo pela porta ao menos 4 ou 6 vezes por dia. Na maioria delas, haviam pelo menos quatro ou cinco carros ali, com pessoas na calçada, lá dentro, conversando, planejando, sabe Deus o quê.
Em nenhuma delas me abordaram. Me cumprimentaram. Conversaram com os vizinhos.

Olha, cara. Isso é um pressuposto da campanha, principalmente pra cargos proporcionais. Um relacionamento com o eleitor. Porque você acha que um cara votaria em você porque ouviu um carro de som gritar seu nome e seu número, juntamente com uma música de gosto duvidoso, mas não votaria em você ao conhecer quem trabalha em sua campanha? Não estou falando nada, mas, poxa, PDT, perdeu uma bela chance de investir em um relacionamento com os moradores dali.
Não é bater de porta em porta e distribuir panfletinhos. É conversar, é cumprimentar. A melhor estratégia do mundo seria se eles fizessem uma confraternização, e convidassem o pessoal do bairro, a ir lá, conversar, comer algo (porque não?) e beber um pouco.
Mas não é panfletar festa não, porque daí não dá. É, a partir de uma conversa, chamar pra ir lá no dia tal, que ia ter tal e tal coisa.
Isso é gastar dinheiro em campanha de forma inteligente. Bem mais eficiente que gritar com um carro de som o seu número.
Mas, ninguém vai me ouvir. Até porque, o Tenente Lúcio ganhou.

Anúncios

Publicado 10/11/2010 por Abigobaldo em Opinião

Etiquetado com , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: