Deseducadores   1 comment

Essa geração não é fácil. A gente os ensina muito mal, falando sério, na real – quantas vezes os professores (ou tios) precisam fazer um processo de deseducação de tudo que a criança aprendeu errado, e ela não aprendeu errado na rua, na escola ou com os amiguinhos, ela aprendeu com papai e mamãe.

Não é a máxima do exemplo, nem vou tocar nessa questão, porque seria hipocrisia demais falar que eu dou um ótimo exemplo ou que eu ensino bem crianças. Mas tem coisa que é complicado de você falar.

Ensinamos as crianças que elas devem guardar o que é delas, para não acabar. As incitamos a não ajudar o coleguinha, nem dar os brinquedos para ele, porque senão o coleguinha vai começar a abusar do nosso filhinho (como se o coleguinha fosse, na verdade, um gênio do mal, incorporado em criança); os ensinamos a brincar dentro de casa, a não levar nem emprestar as coisas para os outros, porque se os outros estragarem, nosso filhinho querido vai ficar sem.

Forçamos as crianças a serem diferentes, a se orgulharem do que têm, criamos separações entre crianças ricas e pobres, as enfeitamos com roupas de desfile, e só nos falta prendê-las com coleiras, pra que não sujem a roupinha que compramos pro nosso filhotinho.

Nós os ensinamos a não se misturarem com qualquer gentalha, a não irem em qualquer lugar com qualquer tipo de criança – censuramos quando falam com desconhecidos, ensinado-as que qualquer pessoa é um serial killer/estuprador/vendedor de órgãos em potencial.

E depois disso tudo nos perguntamos porquê eles vivem tão grudados em televisões e computadores, reclamamos que eles não vivem a vida, mas preferem um mundo de fantasia à realidade.

Nos perguntamos qual a graça de criar uma família no The Sims, com todos elementos de realidade, e ficar horas, vendo o tempo passar e as crianças crescerem no joguinho; nos perguntamos qual a graça de ficar horas num videogame dando tiros em personagens bizarros, ou jogando futebol – nos perguntamos porque twittam tanto, porque falam tanto pelo MSN e daonde arrumaram aqueles amigos que só moram longe.

Os ensinamos a serem reservados, e nos perguntamos porquê eles não se misturam; os ensinamos a esconderem suas emoções, e nos perguntamos porquê eles não se abrem conosco; os ensinamos a duvidar e desconfiar de todos, e nos perguntamos porquê não acreditam que nós queremos só o bem deles.

Essa pode ser até uma geração burra, mas nós que somos péssimos professores.

Anúncios

Publicado 07/18/2011 por Abigobaldo em Igreja

Etiquetado com ,

Uma resposta para “Deseducadores

Assinar os comentários com RSS.

  1. Perfeito texto. Realista e concreto. Parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: