Relacionamento amoroso dentro de uma igreja.   Leave a comment

O que todo mundo gosta mesmo é de sangue. Além de sangue, é do assunto mais comentado de todos os blogs apologéticos e apostatáticos dessa internerd que é o meio gospel virtual.

Sim, o bom e brega amor. Não, esse não é um post falando sobre como deve ser o namoro, como é o romance abençoado por Deus nem cinco passos para ter um relacionamento espiritual saudável. Na verdade, é o oposto de tudo isso.  Porque a bíblia não te dá os passos para ser cristão, mas apenas define limites, e muitas pessoas já esqueceram disso (outras sequer descobriram).

O problema é que prega-se o amor nas igrejas mundo afora de uma maneira tão imediatista, seguida de padrões de ordem (AME UNS AOS OUTROS!; VOCÊS DEVEM AMAR!; O CRISTÃO DEVE AMAR AQUELES QUE O ODEIAM!), mas burocratizam tanto um relacionamento amoroso, que até parece ser errado, esse tal de se relacionar.

Você pode ver, o número de pessoas que se sente mal por estar gostando de alguém de uma maneira diferente e mil outras expressões que nós inventamos para que não assustássemos os outros ao dizer que PASMEM! Amávamos alguém?

E daí é um pega pra te capar, que fica aquela tentativa de se achar um culpado, quando a outra pessoa não quer, ou o amor não foi abençoado pelo pastor/Deus, será que foi ela que deu a entender que estava disponível, será que ele é um galinha, carente ou mal-incompreendido? No final, apenas as mesmas palavras de sempre: vocês não sabem o que é amor.

E colocamos regras em cima de regras, conclusões acima de conclusões. O amor deve ser isto, o amor deve ser aquilo. Você só vai amar aquele cara que for casar com você, você escolheu esperar pelo cara perfeito. E vão surgindo novas limitações, novas definições e novos pré-requisitos para se namorar.

Porque quem tem xis anos de igreja não está pronto pra namorar, ou quem não concluiu os estudos bíblicos tais e tais, ou ainda quem é aquele cara? Não, Deus tem o melhor pra você. Incentivam-se os jovens a fazer listas de como seria o seu par perfeito, e procurar encontrar o produto, ops, pretendente a partir daquelas características que você definiu.

Não encontrou? Relaxe, respire e ore – Deus irá trazer a pessoa perfeita pra você.

A não ser que você morra até lá.

Quer uma verdade? Não existe pessoa perfeita – não existe quem não tenha pelo menos uma característica que você detesta, quer saber porquê? Porque você é um babaca cretino e egoísta, que quer só satisfazer seus interesses, e, bem, todos nós somos. Então a minha babaquice vai bater de frente com a babaquice da minha namorada. A parte legal é que você descobre isso antes do namoro. A parte chata é que se você procura pela pessoa perfeita, vai deixar muita coisa –que era excelente – ir embora, por ser um idiota.

Até porque, cá entre nós, se a pessoa que é tudo que você sonha te encontrasse… você ia ser tudo que ela sonha? Pois é.

A pegada do amor (pessoas mil vão entrar procurando por isso no blog) é você encontrar uma pessoa não que seja livre dos defeitos, ou que tenha os menos piores, ou ainda que seja boa pra você. Até porque amor, cara, amor não tem nada a ver com você.

O segredo do amor (outras mil pessoas entrando por engano) é você fazer bem à pessoa. Acrescentar alguma coisa a ela. Porque o amor não é egoísta, o amor tudo dá. O único pré-requisito básico para um relacionamento amoroso dentro de uma igreja deveria ser o nível de comprometimento de um com o crescimento e as falhas do outro.

A partir daí sim, nós veremos casais jovens felizes, sem divórcio e sem todas as outras histórias de deixar qualquer baladeiro de cabelo em pé que nos acostumamos a ouvir dentro das igrejas. Quer ser feliz? Faça uma pessoa feliz – e se surpreenda com seu relacionamento.

Joga aquele livrinho do Joshua Harris fora, e se livra desse peso.

Anúncios

Publicado 07/20/2011 por Abigobaldo em Igreja

Etiquetado com , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: