Exposição.   Leave a comment

Todo mundo lembra quando o twitter surgiu que apareceram milhares de peritos e analistas web que, antes mesmo da moda chegar ao Brasil já alertavam acerca dos riscos da superexposição.

Com frases que parecem ter sido retiradas de tabloides de fofocas (aqueles jornalecos com primeira página vermelha e manchetes que falam sobre a relação de famosos com aliens e a possível separação de um casal que ninguém sabia que estava junto ainda),  alertavam sobre os riscos de se expor, de utilizar o twitter e facebook e, consequentemente, ser demitido, como se somente o cadastro na rede social fosse prejudicial à imagem.

“Não revelem dados pessoais”, repetiam o óbvio, como se ninguém nunca tivesse sido alertado a não divulgar o número de telefone ou senha da conta bancária – e cá entre nós, quem faz isso, faria isso independente do número de alertas, e não é bem disso que estamos falando aqui.

Mas se o twitter pode ser prejudicial à imagem, como lidar com o twitter dentro de uma instituição eclesiástica? O típico Ih… meu pastor está me seguindo, e agora? – e atire a primeira pedra o twitteiro-crente que nunca ouviu isso.

E o problema é: até que ponto a preocupação com uma imagem que o convertido precisa manter pode afastar a aparência (o que mostramos) da essência (o que somos)?

Não se engane – seus amigos do mundo, incrédulos, pecadores eles tem super-poderes: por mais que você esconda, eles sabem que você não é perfeito. E quanto mais você tentar esconder, mais eles vão se esforçar em te mostrar o sujeitinho tão cheio de falhas que você é. Se reclamamos que na igreja todos usam máscaras, escrevemos imensos textos sobre isso, xingamos muito no tuínter, por quê a exposição seria algo ruim?

Então, qual o benefício de se esconder – ou melhor, não se expor? Se você não puder mostrara quem você é de verdade, todos os seus defeitos na frente de um computador, como você quer que te conheçam (e a partir da sua vida – e da transformação dela – conheçam o Evangelho)? Porque tentar salvar a sua imagem, a sua vida, se você vai perdê-la?

Já pensou, você estar recriando todos os defeitos da sua igreja, fora dela? Pra onde vai seu discurso, agora?

Anúncios

Publicado 08/16/2011 por Abigobaldo em Igreja

Etiquetado com , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: