Arquivo para a Tag ‘Sociedade

Do Amor que não supera todo o Medo   Leave a comment

Se você aceita uma boca de fumo na porta da sua casa por medo e não faz nada, você é tão responsável pelas mortes como os traficantes.

Essa frase tem alguns viés importantes. Você é a favor do tráfico? (Não!) Luta contra ele? (Não!) Então você é a favor do tráfico – por omissão. Quer ver como?

Conivência: Espécie de cumplicidade, que consiste na abstenção propositada ou dissimulada de prevenir, obstar ou denunciar o ato delituoso, de cuja premeditação se teve conhecimento prévio. (Michaelis). Leia o resto deste post »

Anúncios

Publicado 03/06/2012 por Abigobaldo em Opinião

Etiquetado com , , , , , , , ,

Tango o quê?   Leave a comment

Das ações do Anonymous ontem restaram uma coisa: muitas pessoas não sabem o que é ou daonde surgiu a expressão ‘TANGO DOWN’, utilizada várias vezes durante os ataques aos sites.

 

Tango down é uma expressão codificada que surgiu no Exército dos EUA, cujo significado original é “Terrorista morto”. Naturalmente, essa expressão foi trazida para jogos de tiro, principalmente CS (Quem nunca jogou Counter-Strike aqui?), e começou a ser utilizada por cyberativistas (hacker é um termo mais que controvertido) para afirmar que um site inimigo foi derrubado, geralmente por DDoS.

Pelo o quê? Sobrecarga do sistema, traduzindo o termo. É como se muitas pessoas quisessem acessar a página ao mesmo tempo, e o servidor ficasse fora do ar (como sempre ocorre com sites de Universidades em dia de divulgação dos resultados do Vestibular).

Esta foi a ‘guerra virtual’ prometida.

Publicado 01/21/2012 por Abigobaldo em Utilidade Pública

Etiquetado com ,

O FBI, o Anonymous e os acontecimentos dessa semana   Leave a comment

HATES GONNA HATE, BUT: No texto eu NÃO discordo das atitudes no Anonymous; NÃO falo sobre SOPA ou PIPA; eu sou contra a ESTRUTURA do movimento, NÃO ele em si.

Ok? Podem ler então.

Eu não sou muito fã do Anonymous. Nem do grupo, nem de quem se intitula um – acho que a ideia de se inspirar numa máscara de um filme e fundar um grupo que luta por ‘Justiça’ muito infantil. Toda criança já se vestiu de homem-aranha, de super-homem ou qualquer outro herói e fingiu salvar o mundo em pelo menos uma brincadeira.

Ele tenta escalar paredes, se frustra quando não consegue. Mas quando tira a fantasia, volta a ser apenas humano.

Mas aí que está a diferença: a criança não se sente superior por causa disso. A falsa aura mística em torno do Anonymous, de pessoas que são superiores e sabem por si só o que é justiça e darão o que o povo (pessoas inferiores) precisam é um tanto quanto… fantasiosa.

Leia o resto deste post »

A solução é alugar o Brasil!   1 comment

Dia após dia aparecem pessoas com sugestões brilhantes do que fazer para salvar o Brasil. Seja a impunidade dos criminosos, seja o abismo econômico, a falta de educação formal, o baixo IDH ou a saúde pública. São promessas quase imediatas de melhoras, apresentadas com porcentagens mágicas e cálculos extravagantes. Leia o resto deste post »

Publicado 11/12/2011 por Abigobaldo em Opinião

Etiquetado com , , , , ,

Os mano sem fulerage.   Leave a comment

Para entender mais do conflito entre PM e Estudantes na USP,

acesse o PseudoDoutor.

A polícia é má. É truculenta. Eles só ‘quer’ te controlar. Eles ‘tem’ o poder. Os ‘home’ não quer saber se você é de bem ou de mal, eles só ‘quer’ o dinheiro. Não isso, não é uma letra de rap, saída de um presídio ou de uma comunidade que beira a miséria, embora coubesse perfeitamente nesse contexto. Essas frases, ou pelo menos algumas delas e muitas outras parecidas ecoam na boca de lideranças estudantis.

Lideranças estudantis que combatem a classe rica e chamam de ignorantes as classes médias – daonde eles mesmos vieram. Lideranças que não tem identidade, e escondem-se em fatos mal-arrumados, justificações falhas e propósitos vazios. A questão é que muitos vêem na luta contra a ditadura uma vida tão romântica e épica, que tentam reconstruí-la atualmente. Só que não há uma ditadura. Leia o resto deste post »

Publicado 11/04/2011 por Abigobaldo em Opinião

Etiquetado com , , ,

Polarização – o lado certo.   Leave a comment

Polarização é moda, é mania. Quem já foi na Argentina sabe (ou descobriu) que o ódio de argentinos por brasileiro, é coisa de televisão. Se você não sabia, como eu, que não fui na argentina, mesmo no futebol, os argentinos se consideram arqui-rivais dos uruguaios, não dos brasileiros.

Triste, né? Meio forever alone, talvez. Mas estamos falando sobre exatamente isso – porque tudo é polarizado? Porque se temos um lado A, necessariamente existirá um lado B? E mais, porque esse lado B será sempre o contrário do lado A? E eu ainda vou mais longe: porque um sempre é excludente do outro?

Brasileiros odeiam argentinos. Estadosunidenses odeiam o resto do mundo. A direita política é insensível. A esquerda política é irracional. Cristianismo vs Ateísmo; Cristianismo vs Islamismo; Ocidente vs Oriente.

Nossa forma de pensamento precisa necessariamente de uma dualidade. Nós precisamos de encontrar um mocinho e um bandido. Olha na economia, por exemplo. Antes eram os EUA vs URSS, depois do colapso soviético, surgiu a União Europeia, como contrapeso; agora, com a recessão, se fala em EUA vs China.

O fato de uma economia depender da outra não é levado em conta – nós precisamos de um inimigo. Desde que nascemos, nossos pais nos ensinam que existem pessoas que nos amam (eles) e pessoas que só querem nos usar (o resto); se você é menino, usa azul; se é mocinha, usa rosa – preto, amarelo, verde, todas as outras paletas de cores não existem. Depois, para sua namorada, existe quem quer fazer você feliz (ela) e as que só vão te fazer mal (todas as outras).

Todos os seus concorrentes no vestibular são seus inimigos. Todos os que falam outras línguas só vieram ao seu país pra te usar. Nossos ditados refletem a dualidade: Não confie nas pessoas; dependa só de si mesmo. Ninguém quer o seu bem. Se você não se respeitar, quem vai te respeitar?

Até que se prove o contrário, todos são inimigos, e mesmo assim, cuidado com seus amigos – aprendemos a detestar o outro porque o outro nos detesta – é um pressuposto furado.

Eu não consigo viver num mundo assim, não consigo enfrentar todos. Ao mesmo tempo. Agora.

Publicado 10/10/2011 por Abigobaldo em Opinião

Etiquetado com , ,

Ensino Superior mundo afora.   Leave a comment

O ensino superior deve ser um dos assuntos mais controvertidos. Na verdade, não o ensino em si, mas o que deve ser ensinado, como deve ser ensinado, para quem e a partir de quem deve ser dado.

Quantas vezes já não xinguei muito no twitter atitudes vazias e ideológicas dos D.A.s de cursos, assim como dos DCE, afogados numa discussão política que nada tem a ver com o ensino ou com métodos de desenvolver o país. As discussões sobre o ensino acontecem sempre à margem das instituições criadas com o propósito quase único de melhorá-la! Leia o resto deste post »

Publicado 10/06/2011 por Abigobaldo em Opinião

Etiquetado com , , , ,